4ª edição do Dev.Agri acontece entre os dias 15 e 17 em Rondonópolis; inscrições abertas

Geral - TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Redação 64 acessos



Estão abertas as inscrições para o desafio da 4ª edição do Dev.Agri, que é uma iniciativa do programa Agrihub criado pelo Sistema Famato (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso) grícola e pecuaristas devem se inscrever até o dia 15, às 16h, pelo bit.ly/devagri4 . A 4ª edição do Dev.Agri acontece entre os próximos dias 15 e 17 no Parque de Exposições de Rondonópolis.

Na ocasião, comunidades empreendedoras estarão voltadas para criar soluções inovadoras para as propriedades rurais. Desta vez o desafio estará voltado para os problemas identificados na pecuária.

A maratona terá 53 horas de duração para que os participantes criem modelos de negócios que podem atender o desafio do evento e até gerar novas oportunidades para o setor do rural. Os interessados podem se inscrever em equipe ou individualmente.

O Dev.agri tem como objetivo incentivar o empreendedorismo e a criatividade. A ideia é fomentar, por meio da cultura digital, soluções inovadoras em tecnologias que poderão atender as necessidades do agronegócio.

Para que os participantes estejam qualificados para participar do evento, nos dias 11, 12 e 13 ocorrem whorkshops. “A qualificação dos participantes é um ganho para quem vai participar do evento, e é para isso que ocorrem os whorshops”, explica a gerente do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação de Rondonópolis, Ângela de Souza.

Na segunda-feira (11), às 19h acontece o whorkshop sobre Arduino Básico, com Jhonatas Valério, técnico em mecatrônica. Já na terça-feira (12), também às 19h, o tema será a introdução ao sensoriamento remoto com Camila Leonardo Mioto da UFMT. E, na quarta-feira (13), o whorkshop terá como tema a análise e processamento de imagens com Roger Resmini também da UFMT.

Ângela de Souza destaca que o Dev.agri é feito com o intuito de criar soluções para problemas reais das propriedades rurais, produzindo assim inovações tecnológicas. “O problema é identificado antes do evento e levado para que os participantes encontrem uma inovação para solucioná-lo”, ressalta.

O evento é uma realização do sistema Famato, Senar-MT e Imea com organização da Prefeitura de Rondonópolis e parceiros com o Sindicato Rural de Rondonópolis, UFMT e Escritório de Inovação e Tecnologia (EIT).

Comente, sua opinião é Importante!