Universidade Federal de Rondonópolis vence mais uma etapa na Câmara

Educação

Redação 96 acessos



(BRASÍLIA) – O deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT) comemorou ontem a aprovação, pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, do projeto de lei de sua autoria que cria a Universidade Feder mandato, em 2007. A indicação, de autoria do deputado Carlos Bezerra (INC-219) foi encaminhada ao Poder Executivo em 21 de março de 2007.
O parecer do relator na CFT, deputado Aelton Freitas (PR-MG), ao projeto de lei do Poder Executivo (5.273/16), foi pela compatibilidade e adequação financeira e orçamentária.
Bezerra lembra que participou, em Rondonópolis, do comitê de criação da Universidade, composto por vários segmentos da sociedade local, desde sua formação. “A autonomia da universidade será uma conquista da sociedade rondonopolitana!”, disse Bezerra.
Carlos Bezerra foi o relator na Comissão de Constituição e Justiça, onde conseguiu que a matéria fosse analisada em regime de urgência. Bezerra acrescentou ainda que praticamente toda a bancada federal, deputados estaduais e vereadores do município se dedicaram a esse pleito.
Polo econômico
O deputado destaca que, com a autonomia, a Universidade de Rondonópolis vai poder contribuir com mais força para a região, que se destaca como o segundo maior polo econômico e populacional de Mato Grosso, com mais de 30 municípios e cerca de 500 mil habitantes.
“Vamos, agora, para a conquista da emancipação cultural e também científica!”, ressaltou Bezerra. A Universidade já nascerá com infraestrutura. A instituição possui mais de quatro mil alunos, 279 professores, cursos de graduação, mestrado e doutorado.
Com a indicação encaminhada por Bezerra, o Ministério da Educação emitiu parecer favorável à autonomia, e dependia apenas de autorização da Presidência de República.



Comente, sua opinião é Importante!