Na beira do Rio Vermelho

Editorial

Redação 183 acessos



Puxei a barra da calça
À altura do joelho
Pra tomar um terere
Na beira do Rio Vermelho.
Quando olhei na água eu vi
A dança do siriri,
Como se fosse um esueiro babaçu.

De repente eu atinei
Que tudo isso é, porém,
O amor por excelência
Que este poeta tem
À cultura regional
De Mato Groso, à qual
Ele faz parte também.

Ademir Lopes do Amaral

Comente, sua opinião é Importante!