Apor vence licitação para mamografias pelo Consórcio de Saúde

Saúde

Redação 161 acessos



Inaugurado no dia 12 de fevereiro deste ano, o Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama vai dar início efetivo ao atendimento à população de Rondonópolis e de municípios de mamografia, através de convênio com o Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso. Os exames visam atender a demanda dos municípios consorciados durante o ano de 2016.

A expectativa para firmar o convênio era grande e a licitação era aguardada há meses pelos associados e população, principalmente mulheres que estão na fila à espera de um diagnóstico. “Este é o trabalho da Apor, proporcionar essa chance às pessoas que precisam de um diagnóstico sério, de qualidade, o mais cedo possível para evitar tratamentos mais invasivos e salvar vidas”, declara Flavio Ribeiro Rocha, presidente da entidade. O dirigente lembra, ainda, que o Centro de Imagens está preparado para realizar mais de 600 exames por mês. “Temos ainda a possibilidade de firmar mais convênios para este período, estamos em contato com as prefeituras da região”, coloca.

Ultrassom



Outra boa novidade da entidade é que recentemente também foi adquirido, através de doação da Procuradoria Regional do Trabalho de Rondonópolis, um aparelho de ultrassom da marca GE, ao custo de R$ 110 mil, para o exame complementar da mama. O aparelho está sendo instalado e servirá tanto para exames complementares à mamografia, como para prestação de serviços à esfera pública, mediante contratos.

A aquisição do ultrassom objetiva o tratamento completo da paciente, junto com a mamografia que é uma das prioridades de atendimento. “A Apor tem o objetivo de oferecer o atendimento completo que passa pela mamografia, exame complementar de ultrassom e biópsia da mama se necessários e, por fim, o tratamento oncológico quando diagnosticado o câncer. E pra isso o corpo clínico de médicos da entidade desenvolveu o protocolo de prevenção para a padronização dos procedimentos”, enfatiza Flavio.

História

A história do Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama da Apor foi desenhada com a ajuda de muitas pessoas. A iniciativa foi pensada durante uma palestra do médico oncologista José Spila Neto, com a presença do ex-presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (Acir), Luiz Homem de Carvalho, que sugeriu uma parceria com a entidade. Em seguida, em abril de 2015, já na gestão de José Luiz Gonçales Ferreira, a Acir entregou R$ 100 mil para a Apor, que com o valor deu o ponta pé inicial ao projeto, com custo completo de quase um milhão de reais. Na sequência, uma nova doação injetou ainda mais ânimo no projeto, que recebeu da Procuradoria Regional do Trabalho de Rondonópolis mais R$ 310 mil, oriundos de acordos judiciais de multas trabalhistas.

A compra do mamógrafo digital, de última geração, aconteceu no dia 9 de abril do mesmo ano. O restante do valor necessário para a obra de reforma do prédio, compra do mobiliário, documentação e contratações de profissionais foi preenchido através das doações que a entidade recebe mensalmente. “Nosso profundo agradecimento é para todas as empresas e entidades que já contribuíram e contribuem com essa causa, à população que doa mensalmente através das contas bancárias, conta de energia e cofrinhos espalhados pelo comércio e, acima de tudo, acredita nesse trabalho. O Centro de Prevenção e todas essas conquistas têm um pouco de cada um”, ressalta Flavio. O Centro de Imagens está localizado na Av. Cuiabá, ao lado da Caixa Econômica Federal, no Centro de Rondonópolis.

Comente, sua opinião é Importante!