Joel Alves da Silva – Farmacêutico “A minha vocação para o ramo farmacêutico vem desde a infância, é uma benção estar no serviço público.”

360 acessos


Natural de Rondonópolis, filho do senhor Arlindo Silva profissão lavrador e dona Maria, o casal tem seis filhos; Cícero, Helenir, Marina, Lindinalva, Joaquim e Joel. Apesar da família humilde, os seus pais sempre fizeram de tudo para que nada faltasse no dia a dia. A infância foi vivida com muita alegria, e descontração, o lazer maior de todos era o futebol e as jogadas de bete. O farmacêutico Joel é casada com Elenil Aprinio Jacob e não possui filho.

Jornal Folha Regional; Quando você descobriu que tinha vocação para trabalhar na área da saúde?

Joel; Desde pequeno o meu sonho era fazer medicina, praticamente todas as pessoas quando chegam a fase da adolescência, tem os seus desejos e sonhos cada vez mais aflorados. Eu sempre fui atraído para essa área, sobretudo com o avanço dos estudos e das leituras recorrentes, o conhecimento que vai sendo adquirido, vamos formando cada vez mais as opiniões sobre nós mesmos. É o princípio do amadurecimento da nossa personalidade.

JFR; Com essa opção para a área da saúde como foi a sua caminhada até chegar a decisão final?

Joel; Trabalhei como balconista, fui Office boy, foi uma luta e muita força de vontade com a ajuda de Deus que sempre esteve em minha vida, posso dizer que tudo que fiz foi por inspiração Divina. Saí de Rondonópolis para tentar medicina, passei em Bioquímica, me formei em Piracicaba São Paulo, estudei também em Uberlândia MG., e morei por um tempo no Estado da Bahia.

JFR; Como os seus familiares viam essa vocação, eles o incentivavam?


Joel; Os meus familiares, todos eles sempre me incentivaram, e para o meu desenvolvimento no setor que eu escolhi, foi uma grande benção. O incentivo da família nos ajuda em todos os sentidos, para nos levantarmos principalmente nos momentos difíceis.

JFR; Diante da sua formação você teve também uma passagem pela área da homeopatia?

Joel; Em São Paulo eu trabalhei por um período com plantas medicinais, atuo nas duas áreas, estou no serviço público há 6 meses no setor de dispensação que envolve as prevenções da Hanseníase, Tuberculose e HIV. É uma benção estar no serviço público, aqui nos conhecemos muitas pessoas simples, humildes mas que nos trazem sempre grandes lições de vida.

JFR; Fale um pouco do setor fitoterápico;

Joel; O setor fitoterápico é composto de uma pasta com produtos da natureza, os fitoterápicos inserem o equilíbrio entre os produtos da natureza e os químicos um completa o outro. Para que não fique dúvidas, eu atuo na farmácia alopática, trabalho com plantas industrializadas, medição de pressão, consultas e atendimento de receitas médicas.

JFR; Como você vê hoje a situação do Brasil diante de tantas incertezas e corrupção?

Joel; O Brasil tem pessoas mais conscientes da importância do próximo e de sua caminhada no dia a dia, não podemos rotular todo mundo de corrupto. Por isso é preciso conhecer a personalidade das pessoas antes de dar o nosso voto, há pessoas integras e capazes de fazer um excelente trabalho pelo país. Dentro dessa analise eu sito a família como base fundamental em tudo, e assim é preciso conhecer melhor as pessoas e pedir a inspiração de Deus para essa grande decisão, antes de escolher os nossos governantes.

JFR; Muito grato pela entrevista, parabenizamos pela sua importante atuação na área da saúde.

Comente, sua opinião é Importante!