Pastor Erlan Pereira Fundador do Ministério Amor Incondicional -

1515 acessos


“Nos dias de hoje as pessoas estão muito voltadas para o egoísmo e acabam se esquecendo das mensagens de Cristo”


Natural da cidade de Itajá no Estado de Goiás nasceu no ano de 1993, seus pais Joaquim Vicente da Silva e sua mãe a professora Jovita Pereira da Silva, vieram de mudança para Mato Grosso, mais precisamente para a cidade de Tangará da Serra. Erlan tinha apenas poucos meses de vida, conheça um pouco mais sobre a trajetória dessa ilustre personalidade, que hoje realiza um grande trabalho de evangelização, que se estende também na área social. O Pastor Erlan é casado há 23 anos com Edilaine de Souza com quem tem dois filhos Ériclis de Souza com 21 anos de idade e Érica Rhadassa com 7 anos.



Jornal Folha Regional; Como o senhor descobriu a sua vocação para a religiosidade?

Pastor Erlan; Desde criança já aos 5 anos de idade, eu dizia para os meus pais que queria ser padre, e fui crescendo com aquele chamamento interior, uma vontade maior. Ma num determinado período da minha vida conheci o protestantismo, acabei entrando no curso de teologia, e tudo aconteceu naturalmente. Hoje sou muito grato à Deus por levar o evangelho para milhares de fiéis.

JFR; O lado infância, a participação da família na sua educação e na educação dos seus irmãos Erliane Pereira e Erley, como se deu?

Pastor Erlan; Os meus pais Joaquim Vicente da Silva e Jovita Pereira eram lavradores, minha mãe muito esforçada, estudou e desenvolveu os seus dons inclusive o de ensinar. A minha mãe foi minha professora, eles moravam em Goiás na cidade de Itajá onde viveram por alguns anos, e posteriormente vieram para Mato Grosso se instalaram na cidade de Tangará da Serra. Passei a minha infância toda naquela cidade sai de lá com 20 anos de idade especialmente para pregar o evangelho.

JFR; Os seus pais ao vir para Mato Grosso, quando chegaram em Tangará já encontram um “porto seguro” fale um pouco sobre aquele momento;

Pastor Erlan; O meu avô José Joaquim da Silva, mais conhecido por Zequinha, era um desbravador, ele era um colonizador, quando chegou em Tangará da Serra na década de 60 comprou 70 alqueires de terra e deu 7 para cada família do campo. Com essa atitude ele despertou o interesse de outras famílias de Goiás que começaram então a chegar, e acabaram formando um núcleo rural onde é hoje a cidade de Tangará da Serra. Mais de 50 famílias fixaram residência naquela região. É muito bom chegar em um lugar novo que nós não conhecemos, e sermos recebidos por familiares e amigos, todos se sentiram em casa.

JFR; O senhor começou a sua missão numa igreja de renome nacional, qual a diferença em estar no comando como Pastor daquela instituição religiosa, e no seu Ministério Amor Incondicional?

Pastor Erlan; Na verdade essa questão também é uma forma de aprendizagem, eu aprendi muito no outro ministério, continuo aprendendo aqui. Eu só tenho a agradecer aqueles irmãos com quem compartilhamos a fé, peço que Deus abençoe à todos. Com as graças de Deus o nosso Ministério Amor Incondicional tem sido grandemente abençoado.

JFR; As pessoas principalmente as evangélicas gostariam de saber qual foi o motivo ou quais foram os motivos pelos quais o senhor mudou de Ministério, criando o seu próprio;

Pastor Erlan; Eu sempre digo com alegria, foi um chamado de Deus, uma inspiração de Deus, onde eu implantei com convicção o Amor Incondicional. Um Ministério que sempre se renova em Cristo com humildade e determinação, uma missão de vida dada por Deus. O Ministério Amor Incondicional foi inaugurado em 15 de Setembro de 2013.


JFR; Pastor Erlan, vamos entrar um pouco no panorama político, o senhor sempre foi muito dedicado as causas religiosas e sociais, o seu nome está disponível para concorrer ao legislativo mato-grossense neste 2018 pelo partido Solidariedade?

Pastor Erlan; Eu respeito muito a hierarquia em todos os segmentos da sociedade, inclusive na política, quem manda nessa questão é o partido, mas o meu nome está sim colocado a disposição de forma humilde. Se o partido Solidariedade achar que devo ser candidato vou honrar mais uma vez os eleitores servindo cada vez mais a sociedade com uma visão de coletividade e jamais de individualidade.

JFR; O senhor teve uma breve passagem também pela capital Cuiabá onde participou das eleições, como foi essa primeira experiência?

Pastor Erlan; Na capital mato-grossense fui candidato a vereador no ano de 2004, eu obtive 2.993 votos, sem dúvida foi uma experiência muito positiva. Posteriormente vim para Rondonópolis onde participei do pleito de 2016, me candidatei a vereador pelo partido Solidariedade onde obtive 763 votos ficando na suplência do cargo.

JFR; Politicamente falando qual é a sua bandeira de atuação nessa campanha de 2018 para conquistar uma cadeira no Legislativo mato-grossense?

Pastor Erlan; Eu sou defensor do tema do social, não por comodidade simplesmente mas por formação interior, pela minha própria personalidade. Nos dias de hoje as pessoas estão muito voltadas para o egoísmo e acabam se esquecendo das mensagens de Cristo. Assim passam por grandes dificuldades na vida, justamente por se perderem um pouco do senso de coletividade, do humanismo e da solidariedade. A nossa felicidade é fazer os outros felizes, a nossa missão enquanto religioso é abraçar a mensagem que Cristo nos deixou; “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.”

JFR; Para finalizar a entrevista queremos que o senhor deixe uma mensagem aos nossos jovens, e também diga o que é preciso mudar no país para acabar de vez com a corrupção?

Pastor Erlan; A sociedade precisa estar mais atenta para com o desenvolvimento da nossa juventude, hoje ela tem mais conscientes sobre a situação política e econômica do país. É preciso dar mais atenção aos jovens, uma juventude que trabalha, estuda e luta para melhorar as condições familiares no seu dia a dia. Os nossos jovens precisam de mais atenção. É preciso distribuir melhor a renda em nosso país, e para isso temos que escolher bem os nossos representantes, precisamos de idéias novas para caminhar sempre a favor da qualidade de vida da população e assim acabar de vez com a corrupção. Agradeço a esta coluna Espaço Aberto, e a direção do Jornal Folha Regional.
Contatos com o Pastor Erlan 66 96 12 42 00

Comente, sua opinião é Importante!