Waldemar Akira Koike - Tradicional empresário de sucesso no ramo técnico contábil rondonopolitano

414 acessos


Paulista da cidade de Cafelândia, com uma trajetória de vida que enche de orgulho a classe empresarial da cidade, ele fala um pouco sobre os caminhos que o levaram ao êxito na vida social, familiar e profissional. Casado com Miriam Yukimi Kawai Koike com quem tem um casal de filhos Willian Akio Kawai Koike e Beatriz Rhanae Kawai Koike,

Jornal Folha Regional;

Como foi a sua infância na cidade de Cafelândia?

Akira;

Meus pais Tokinobu Koike e Sumako Koike eram produtores rurais, plantavam café, eu e os meus irmãos Arlindo, Wilma, Kazuko, Sayoko e Mitiko convivemos desde cedo com a movimentação natural que o trabalho nos proporcionava na lavoura. Tivemos uma infância alegre e feliz, que sem dúvida nos preparou para enfrentar os obstáculos e as dificuldades do dia a dia.

JFR; Quais os objetivos da mudança dos seus familiares da cidade de Cafelândia SP para Rondonópolis, em que ano chegaram?

Akira;

Meus pais vieram para desenvolver ainda mais a produção no setor agrícola, e foi um bom recomeço em Rondonópolis que nos deu a oportunidade de crescimento. A mudança se deu graças a visão familiar e ao grande amor e incentivo pelo trabalho. Nós chegamos em Rondonópolis no ano de 1960, naquela ocasião não havia nenhuma rua asfaltada, algumas poucas tinham a sua base feita dos conhecidos paralelepípedos.

JFR; Qual foi a sua a trajetória e a dos seus irmãos no setor educacional?

Akira;

Nós estudamos na Escola EMOP, eu particularmente sempre fui apaixonado pelo segmento contabilidade, entrei na Escola Técnica Comercial de Rondonópolis, onde conclui em 1974 o curso técnico em contabilidade.

JFR; Você começou a trabalhar cedo já na adolescência, cite alguns locais pelos quais você passou na qualidade de funcionário, e alguns cargos de apoio social que você ocupou deixando a sua contribuição.

Akira;

A primeira empresa em que trabalhei foi na Macledi Magazine no período de março de 1971 a julho de 1974, trabalhei também no escritório Rondoleste de Hisahiro Kida no período de julho de 1974 a maio de 1976 na função de escriturário. Posteriormente em 26 de maio de 1976 fundei a empresa ESTECO – Escritório Técnico Contábil. Ocupei alguns cargos como membro Conselheiro do Conselho de Contabilida de Mato Grosso, posteriormente fui delegado do CRC em Rondonópolis, ocupei o cargo de secretário tesoureiro e tesoureiro na Associação dos Contabilistas de Rondonópolis. Fui mesário em várias eleições, membro da Junta Apuradora em várias eleições e contador da Justiça Eleitoral. No Fórum da cidade fui por muitas ocasiões Membro Jurado. Fui também tesoureiro e secretário da Associação Cultural e Esportiva Nipo Brasileiro de Rondonópolis, tesoureiro do Caiçara Tênis Clube em várias gestões, membro da Conselheiro da ACIR, membro da Loja Maçônica Estrela do Leste número 05m na qual ocupei vários cargos, e di Sublime Capitulo Jose Bezerra Filho de Rondonópolis, onde também ocupei vários cargos.


JFR; Apesar da crise política e econômica que nós brasileiros enfrentamos neste momento, qual a sua opinião sobre essas questões?

Akira;

Precisamos de mudança, precisamos de novos lideres nacionais, toda a crise é passageira. Em Mato Grosso Pedro Taques é a nossa grande esperança. Rondonópolis é a melhor cidade do mundo para se viver, é uma cidade pólo extremamente acolhedora e desenvolvimentista. Aqui eu me sinto realizado, esta cidade é meu lar é minha casa aqui eu me sinto feliz, cresci com a cidade.

JFR; Estamos encerrando esta entrevista, agradecemos pela vossa gentil consideração em atender a reportagem do Folha Regional. E aqui fica a nossa última pergunta; O senhor gostaria de fazer algum agradecimento especial à alguém?

Alkira;

Eu quero fazer um agradecimento especial ao amigo Hisahiro kida, inclusive também amigo de Maçonaria, que me incentivou muito na minha vida profissional, fui durante um bom tempo funcionário em seu escritório Rondoleste. Quero aqui também me lembrar se grandes parceiros como o Tiãozinho do Colorado, Walemar Nestor, e dos amigos do Planalto Escritório. Agradeço ao Jornal Folha Regional por esta oportunidade.

Comente, sua opinião é Importante!