Ivonei Gilson Resmini – empresário e rotariano

10914 acessos


Catarinense de Concórdia, o empresário e rotariano Ivonei Gilson Resmini é o nosso entrevistado desta semana da coluna Espaço Aberto. Casado com Lenice Almeida Resmini, o casal tem dois filhos que trabalham juntos nas empresas da família. Ivonei é formado em Marketing (Unic) e pós-graduado em Estratégias de Vendas e Marketing (IBG). Tornou-se empresário ainda jovem em Rondonópolis, quando abriram a churrascaria Concórdia, onde ficou por 20 anos.

Ivonei tem uma vasta experiência na vida empresarial, a qual divide com trabalhos em prol da comunidade, recentemente ele assumiu a presidência do Rotary Club de Rondonópolis Leste na gestão 2017/2018.

1. O que levou sua família a vir para Rondonópolis?

Cheguei a Rondonópolis em 1990, com 19 anos, meu pai veio para cá e conheceu aqui, depois resolveu vir para morar e trouxe o restante da família. Ele viu que a cidade era promissora, que contava com ligação para vários estados, tinha potencial de crescimento. Vim para cá tocar o restaurante, a churrascaria Concórdia, onde permaneci por 20 anos, na época tinha meia dúzia de restaurante. A gente veio com vontade de trabalhar, fazer algo diferente, um trabalho diferenciado, deu certo e a população de Rondonópolis nos aceitou bem, o que foi muito importante no crescimento dos trabalhos.
2. Como era a vida em Concórdia (SC)? Vocês já trabalhavam na área de alimentação?
Não. Meu pai era produtor de suínos e frango e minha mãe ajudava nos trabalhos. Eu desde os 12 anos também ajudava em todos os afazeres e assumi os trabalhos. Em casa, vivíamos eu, meu pai, minha mãe e minhas duas irmãs. A gente permanece até hoje trabalhando juntos, meus pais trabalham hoje comigo.

3. Você tinha experiência no setor? Como optou por investir no restaurante?

Eu não tinha experiência em área nenhuma, viemos do interior, como dizem da roça, resolvemos mexer com restaurante. Não tive escolha, foi à opção que tinha. Mas já estou na área de alimentação há 30 anos e gosto do que faço, eu sempre fui proprietário, mas sempre ajudei a mexer com o churrasco, faço a compra, administro, buscar clientes, fazer convênios, então a gente participa da gestão 100%.

4. Como começou sua atuação na área de alimentação em Rondonópolis?

Primeiro eu adquiri a Concórdia, em 2002 comprei a Boi na Brasa e dezembro de 2004, o Galles Churrascaria e Restaurante. Depois vendi a churrascaria Boi na Brasa e em 2011 vendi a Concórdia.

5. Você lida com outras atividades também?

Eu contemplo outros trabalhos em conjunto com o restaurante, me dedico ao Rotary, ao Lar dos Idosos, temos mais uma empresa a 2iveiculos e o centro de eventos Concórdia.

6. O que você atribuiu esses 30 anos de experiência e sucesso?

É um diferencial, me vejo como empreendedor, tenho grande satisfação de ter dado certo, agradeço a Deus, a minha família e a população de Rondonópolis e região, pela consideração com nosso trabalho.

7. Qual o diferencial do restaurante Galles?
A gente trabalha em família, o cliente vem uma vez por semana, ou no mês e vai encontrar a família a frente dos trabalhos, e este é o nosso diferencial como empresa, uma empresa familiar. Em relação aos produtos da gente é igual a todos, o nosso diferencial está na forma de fazer a alimentação e na qualidade, melhor sabor para agradar as mais exigentes da nossa população.

8. Qual o horário de atendimento ao público? Qual a média de público?

Nós abrimos de segunda-feira a sábado, o atendimento ao público é das 10h30 às 14h30 quando servimos o almoço com comida por quilo e churrasco e das 17h30 às 23h quanto tem a janta com os pratos a la carte. A média de público é de 350 pessoas por dia.

9. Você começou muito cedo, mas optou por locais estratégicos para seu empreendimento, você sempre teve boa visão para o negócio?

Nós buscamos sempre a região central, que eu vejo que são os melhores locais estratégicos e agrega todo o centro e quem vem de fora tem que passar pelo centro, acaba visualizando o centro, fica mais fácil trabalhar a parte de divulgação e marketing. O que me ajudou bastante foi também a formação em Marketing, na parte de controle, estratégia, como direcionar e a aplicar a mídia e divulgação referente à empresa.


10. Você assumiu recentemente a presidência do Rotary Club de Rondonópolis Leste para a gestão 2017/2018, como pretende desempenhar esta função?

A frente do Rotary club de Rondonópolis Leste na gestão 2017/2018 pretendo continuar os trabalhos que vinham sendo feitos em prol da nossa comunidade e ações globais que são movidas pelo Rotary Internacional em torno de 230 países. Seguir com os projetos como os plantios de árvores na cidade, ajudar nas ações como o bingo do Lar dos Idosos, serviços profissionais que o clube faz no mês de outubro. Ajudar na limpeza do meio ambiente com os projetos que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente faz. Fazer o clube crescer com qualidade, companheirismo e a integração com a família rotária de Rondonópolis que contempla os seis clubes de Rotary, Rotaract, Interact e Rota Kids.


Comente, sua opinião é Importante!